Familiares de pacientes internados na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), sofreram essa semana tentativa de extorsão. Eles alegam ter recebido ligações pedindo que depósitos bancários fossem efetuados, como forma de pagamento para realização de diversos procedimentos.

Em nota a direção geral do Hospital Universitário reforça que nenhum procedimento realizado no  Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago (HU/UFSC) é cobrado, lembrando que o HU é público, 100% SUS, sendo ilegal qualquer tipo de cobrança.

Nota direção geral