A Central de Esterilização do Hospital Professor PolydoroErnani de São Thiago (HU-UFSC), responsável pela movimentação média diária de 583 pacotes com materiais utilizados pelos setores assistenciais do hospital, está realizando  uma capacitação com o objetivo de atualizar os profissionais e orientar sobre as melhores práticas para esterilização dos instrumentais  usados nos procedimentos hospitalares.

A Central é responsável por prover todos os materiais usados nestes procedimentos, desde um simples curativo até uma cirurgia mais complexa, garantindo a entrega de itens livres de contaminação e com segurança. “Trata-se do coração do hospital. Tudo passa por aqui e começa por aqui”, resumiu a referência técnica da Central,  enfermeira Graciele Trentin.

Segundo ela, esta programação,  está acontecendo nos dias 06 e 08, e  também nos dias  13 e 15 deste mês, atendendo  a uma determinação da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 15, de 15 de março de 2012, da Anvisa, que estabelece que os profissionais desta central devem receber capacitação específica e periódica sobre temas como classificação de produtos para saúde, conceitos básicos de microbiologia, transporte de produtos contaminados, processos de limpeza, desinfecção, preparo, inspeção, acondicionamento, embalagem,  estelização, funcionamento de equipamentos, monitoramento de processos, armazenagem, entre outros.

Além da necessidade de capacitação prevista na norma, os profissionais responsáveis pela esterilização destes materiais precisam acompanhar os avanços tecnológicos, com aprimoramento de técnicas de tratamento dos materais e de pessoal para o desenvolvimento de suas tarefas.

Graciele Trentin  explicou que o programa de capacitação atende a estas exigências de atualização, com apresentação de temas como a termodesinfecção  de  materais respiratórios, um serviço oferecido por poucos hospitais públicos na Grande Florianópolis e que é realizado  no HU. Trata-se de uma técnica mais moderna para o tratamento  destes materiais (como tubos para anestesia cirúrgica), que oferece melhores resultados no processo de desinfecção e dá mais segurança para o paciente.

O curso – chamado de Abordagem das Melhores Práticas no Processamento de Produtos para a Saúde – vai acontecer em duas turmas de 20 participantes cada, sendo que a segunda turma é aberta ao público externo.  Os trabalhos serão apresentados em salas da CME e o público-alvo são colaboradores que ocupam cargos de enfermeiro, técnico de enfermagem, auxiliar de enfermagem e auxiliar de saúde.

Além da técnica de desinfecção de materiais respiratórios, serão ministrados temas como a importância da central e o papel dos profissionais, classificação de produtos, monitoramento de processos de limpeza e esterilização, revisão dos procedimentos operacionais e padronização, técnicas de inspeção, preparo e empacotamento dos materiais, entre outros.

 

Conheça a RDC 15/2012

 

Planejamento Instrucional

 

I – IDENTIFICAÇÃO DO MÓDULO DE CAPACITAÇÃO

 – Título do Módulo: Abordagem das melhores práticas no Processamento dos Produtos para a Saúde (PPS).

  • – Área de Abrangência: Enfermagem
  • – Modalidade: presencial
  • – Turma (s): 2
  • – Carga Horária: 20hs/aula
  • – Período de Realização (dias): agosto de 2018
  • – Horário de Realização: matutino e vespertino
  • – Local de Realização: CME
  • – Número de Participantes: 40 profissionais, divididos em 2 turmas de 20 em cada turma

– Público-Alvo: Servidores que ocupam o cargo de Enfermeiro, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem, Auxiliar de Saúde.

  • – Pré-Requisito do Público- Alvo: servidores da Sece

 

II – IDENTIFICAÇÃO DO(S) MINISTRANTE(S)

 2.4- Nome (s): Graciele Trentin

2.5- Telefone(s): 3721.9154

2.6- Endereço Eletrônico: graciufsc@gmail.com

 

2.7 – Nome (s): Michela Lizzi Lagranha

2.5- Telefone(s): 3721.9154

2.6- Endereço Eletrônico: mlagranha@gmail.com

 

III – COORDENADOR DO MÓDULO (servidor da Divisão de Capacitação e Afastamento para Formação/DCAF):

  • – Nome: Elaine Alano Guimarães Medeiros
  • – Ramal Telefônico: 9188

3.3– Endereço Eletrônico: nana_alano@hotmail.com

IV – COMPETÊNCIA (S) A SER (EM) DESENVOLVIDA(S)-

Conhecer a importância do reprocessamento dos produtos para a saúde.

Desenvolver habilidades teórico-práticas do reprocessamento dos produtos para a saúde.

 

 

V – OBJETIVO(S) DO MÓDULO- Capacitar e atualizar os profissionais de Enfermagem sobre o reprocessamento seguro dos produtos para a saúde de acordo com boas práticas recomendadas e legislação vigente.

 

 

VI – EMENTA

Limpeza dos produtos para a saúde (manual e automatizada), termodesinfecção, e termodesinfecção de alto nível. Produtos e materiais utilizados. Biossegurança e uso de Equipamentos de Proteção individual. Monitoramento dos processos de limpeza. Técnica de preparo e empacotamento dos materiais, tipos de embalagens. Processo de esterilização (a vapor e à baixa temperatura) reprocessamento dos produtos termossensíveis, armazenamento e distribuição dos produtos para a saúde.  Monitorização dos processos com indicadores químicos, físicos e biológicos e rastreabilidade e validação do processo de limpeza e termodesinfecção.

 

VII – MÉTODOS E TÉCNICAS Aula expositiva-dialogada, oficinas utilizando metodologia ativa de ensino aprendizagem e aula prática na CME.

 

VIII – RECURSOS DIDÁTICOS: tarjetas coloridas, pincéis, Computador

 

IX – ATIVIDADE PRÁTICA

Atividades serão realizadas na Central de Materiais e Esterilização. O objetivo da atividade prática é identificar os diferentes tipos de materiais, a estrutura, processos de trabalho, equipamentos, embalagens, produtos, procedimentos operacionais padrão (POP), conhecer a importância do fluxo unidirecional do CME, realizar a técnica do preparo e empacotamento, monitorização e conhecimento das  rotinas do serviço de esterilização e dos  demais setores em relação aos materiais cirúrgicos e respiratórios; visando a adequação e cumprimento da RDC-15.

 

X – AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE DESENVOLVIMENTO DA COMPETÊNCIA

Presença nas aulas dialogadas e práticas.

 

 

XI – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

Práticas Recomendadas SOBECC, 7º edição, São Paulo,  2017.

 

BRASIL, ANVISA. Informe Técnico nº 01/09 – Princípios básicos para Limpeza de Instrumentais Cirúrgicos em Serviços de Saúde, Brasília, fevereiro de 2009.

 

BRASIL, ANVISA. RDC nº 15 de março de 2012. Dispõe sobre requisitos de boas práticas para o

processamento de produtos para saúde e dá outras

providências.

 

GRAZIANO, K.U; SILVA, A; PSALTIKIDIS, E. M. Enfermagem em Centro de Material e Esterilização. Barueri, SP: Manole, 2011.

 

 

 

 

XII – PLANEJAMENTO DAS AULAS

Aulas Presenciais e Práticas

 

Abordagem das melhores práticas no Processamento dos Produtos para a Saúde – Turma I

 

DATA Ministrante C/H CONTEÚDO/SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM    
 

 

 

 

 

 

 

06/08/18

 

 

Graciele Trentin

 

(MATUTINO)

 

7:30 às 12:30h

 

 

 

 

 

5

 

 

 

Introdução sobre a importância do CME e o valor dos profissionais.

Área física e fluxos da CME. Limpeza e desinfecção dos produtos para a saúde, produtos e materiais utilizados.

Detergente enzimático. Funcionamento dos equipamentos de limpeza.

Higienização de mãos

Equipamento de Proteção individual.

Revisão do POP de limpeza e padronização.

Aula expositiva-dialogada e oficina

 

 

Michela Lizzi

Lagranha

 

(VESPERTINO)

 

13:30h às 18:30h

 

 

 

 

5

Qualidade da água e osmose reversa.

Classificação dos produtos para a saúde.

Termodesinfecção dos materiais respiratórios.

Monitoramento dos processos de limpeza. Revisão dos POP e padronização.

 

 

 

Aula expositiva-dialogada e oficina

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

08/08/18

 

 

 

 

 

Michela Lizzi

Lagranha

 

 

(MATUTINO)

 

7:30 às 12:30h

 

 

 

 

5

Teste de funcionalidade de instrumental no Centro de material de esterilização.

Técnica de inspeção, preparo e empacotamento dos materiais; montagem de caixas de instrumentais cirúrgicos e bandejas.

Dobrar roupas cirúrgicas dentro da técnica.

Tipos de embalagens.

Prazo de validade da esterilidade dos materiais reprocessados.

Identificação e registro dos pacotes PGC/vídeo.

 

Aula expositiva-dialogada

 

 

Graciele Trentin

 

(VESPERTINO)

 

13:30h às 18:30h

 

 

 

 

 

5

 

 

 

Métodos e recomendações para a esterilização e reprocessamento dos materiais e monitoramento do processo (vapor)

Validações nas Etapas do Processamento de Materiais.

Rotina dos materiais que vão para ETO.

Rotina de débitos e empréstimos.

Apresentação do documento da distribuição de atividades por área de trabalho e turno.

Montagem de material de vídeo cirurgia.

Aula expositiva-dialogada

Avaliação conjunta do treinamento com feedback.

 

Abordagem das melhores práticas no Processamento dos Produtos para a Saúde  Turma II

 

DATA Ministrante C/H CONTEÚDO/SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM    
 

 

 

 

 

 

 

13/08/18

 

 

Graciele Trentin

 

(MATUTINO)

 

7:30 às 12:30h

 

 

 

 

 

5

 

 

 

Introdução sobre a importância do CME e o valor dos profissionais.

Área física e fluxos da CME. Limpeza e desinfecção dos produtos para a saúde, produtos e materiais utilizados.

Detergente enzimático. Funcionamento dos equipamentos de limpeza.

Higienização de mãos

Equipamento de Proteção individual.

Revisão do POP de limpeza e padronização.

Aula expositiva-dialogada e oficina

 

 

Michela Lizzi

Lagranha

 

(VESPERTINO)

 

13:30h às 18:30h

 

 

 

 

5

Qualidade da água e osmose reversa.

Classificação dos produtos para a saúde.

Termodesinfecção dos materiais respiratórios.

Monitoramento dos processos de limpeza. Revisão dos POP e padronização.

 

 

 

Aula expositiva-dialogada e oficina

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

15/08/18

 

 

 

 

 

Michela Lizzi

Lagranha

 

 

(MATUTINO)

 

7:30 às 12:30h

 

 

 

 

5

Teste de funcionalidade de instrumental no Centro de material de esterilização.

Técnica de inspeção, preparo e empacotamento dos materiais; montagem de caixas de instrumentais cirúrgicos e bandejas.

Dobrar roupas cirúrgicas dentro da técnica.

Tipos de embalagens.

Prazo de validade da esterilidade dos materiais reprocessados.

Identificação e registro dos pacotes PGC/vídeo.

 

 

Aula expositiva-dialogada

 

 

Graciele Trentin

 

(VESPERTINO)

 

13:30h às 18:30h

 

 

 

 

 

5

 

 

 

Métodos e recomendações para a esterilização e reprocessamento dos materiais e monitoramento do processo (vapor)

Validações nas Etapas do Processamento de Materiais.

Rotina dos materiais que vão para ETO.

Rotina de débitos e empréstimos.

Apresentação do documento da distribuição de atividades por área de trabalho e turno.

Montagem de material de vídeo cirurgia.

Aula expositiva-dialogada

Avaliação conjunta do treinamento com feedback.