História e Objetivos

——-RIMS (5)

Residência Integrada Multiprofissional em Saúde (RIMS) é uma modalidade de Pós-graduação lato sensu caracterizada pela formação em serviço, supervisionada por profissionais capacitados (preceptoria e tutoria), em regime de dedicação exclusiva, com atividades desenvolvidas no Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago (HU/UFSC).

O projeto está estruturado em três áreas de concentração – Atenção em Urgência e Emergência, Atenção em Alta Complexidade e Atenção em Saúde da Mulher e da Criança – e conta com profissionais das áreas de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Odontologia, Serviço Social e Psicologia.

PRESSUPOSTOS

  • Multiprofissionalidade
  • Interdisciplinaridade
  • Conceito ampliado de saúde
  • Integralidade
  • Noção de rede de cuidados / cadeia do cuidado
  • Educação permanente em saúde

Eixos orientadores, de acordo com a Portaria 45/2007

  • Cenários de educação em serviço representativos da realidade sócio epidemiológica do país;
  • Concepção ampliada de saúde que respeite a diversidade, considere o sujeito enquanto ator social responsável por seu projeto de vida, inserido num ambiente social, político e cultural;
  • Abordagem pedagógica que considere os atores envolvidos como sujeitos do processo de ensino aprendizagem-trabalho;
  • Estratégias pedagógicas capazes de utilizar e promover cenários de aprendizagem configurados em itinerário de linhas de cuidado de forma a garantir a formação integral e interdisciplinar;
  • Articulação da Residência Multiprofissional e em Área Profissional da Saúde com a Residência Médica;
  • Integração com diferentes níveis de formação dos Programas de Residência Multiprofissional e em Área Profissional da Saúde com o ensino de educação profissional, graduação e pós–graduação na área da saúde;
  • Descentralização e regionalização contemplando as necessidades locais, regionais e nacionais de saúde;
  • Integração ensino-serviço-comunidade por intermédio de parcerias dos programas com os gestores, trabalhadores e usuários, promovendo articulação entre ensino, serviço e gestão;
  • Integração de saberes e práticas que permitam construir competências compartilhadas para a consolidação do processo de formação em equipe, tendo em vista a necessidade de mudanças no processo de formação, do trabalho e da gestão na saúde;
  • Monitoramento e avaliação pactuados para garantir que o sistema de avaliação formativa seja dialógico e envolva a participação das instituições formadoras, coordenadores de programas, preceptores, tutores, docentes, residentes, gestores e gerentes do SUS e o controle social do SUS, considerando a conformação da política, da execução e da avaliação dos resultados;
  • Integralidade que contemple todos os níveis da Atenção à Saúde e à Gestão do Sistema.

 

Registro Fotográfico

Nestes 30 anos de HU temos buscado construir um trabalho que responda aos preceitos do SUS e foi neste sentido que as profissões da saúde aceitaram o desafio do MEC e construíram o projeto de residência integrada multiprofissional em saúde. Esta trajetória não foi fácil, principalmente pela exiguidade de tempo que tivemos para elaborar o projeto, o que constituiu um primeiro desafio. Mas o maior desafio foi desconstruirmos nossos preceitos profissionais, para pensarmos coletivamente num projeto que contemplasse a diversidade das profissões com um propósito único – o trabalho multiprofissional – coletivo, visando a consolidação do SUS, criando e conquistando um espaço único: o do trabalho em equipe.

TRAJETÓRIA

  • Lei 11.129 de 30 de junho de 2005 cria Residência em Área Profissional da Saúde e institui a Comissão Nacional de Residência Multiprofissional em Saúde, ou seja, uma comissão única e não por profissão.
  • MAIO/2009 – MEC apresenta proposta aos HUs a dirigentes da Universidade.
  • JUNHO/2009 – Indicação de comissão para elaboração do projeto em reunião do Conselho Departamental – primeira versão do projeto.
  • SETEMBRO/2009 – Versão final do projeto englobando os cursos de Enfermagem, Nutrição, Farmácia, Odontologia, Serviço Social e Psicologia.
  • DEZEMBRO/2009 – Divulgação do edital do processo seletivo.
  • DEZEMBRO 2009 – MEC propõe Mestrado Profissional (MP) associado à RIMS – grupo se mobiliza para elaboração do projeto.
  • FEVEREIRO 2010 – Envio do projeto de MP associado à RIMS.
  • MARÇO 2010 – Inicia a 1ª turma da RIMS, contando com 12 residentes.
  • JUNHO 2010 – MP associado à residência é aprovado.
  • SETEMBRO/OUTUBRO 2010 – Aprovação do projeto 2001/2013 – aumento das vagas de 12 para 21, com inserção da Fonoaudiologia.
  • DEZEMBRO 2010 – Novo concurso, já ampliando as vagas e cursos.
  • MARÇO de 2011 – inicia a 2ª turma da RIMS.
  • MARÇO de 2012 inicia a terceira turma com ampliação das vagas e inserção da fisioterapia.
  • MARÇO de 2013 inicia a área de Atenção em Saúde da Mulher e da Criança, com 7 vagas.
  • MARÇO de 2014 inicia a quarta turma, total de 36 vagas.

Objetivos

 

Geral

  • Formar profissionais de saúde, por meio da educação em serviço, para atuar em equipe multiprofissional na atenção em urgência e emergência, alta complexidade e saúde da mulher e da criança, fundamentadas nos princípios e diretrizes propostos pelo SUS.

Específicos

  • Atuar em equipes multiprofissionais nas especialidades de urgência, alta complexidade e saúde da mulher e da criança através de programa interno de treinamento em serviço na perspectiva de um trabalho interdisciplinar.
  • Aprimorar a qualidade da assistência prestada aos usuários do SUS, através da atuação conjunta dos residentes, professores, tutores, preceptores e profissionais das diversas áreas.
  • Capacitar os residentes para atuar nas especialidades de urgência, alta complexidade e saúde da mulher e da criança e desenvolver competências técnicas de intervenção relacionadas à assistência, à gerência, à educação e a pesquisa na área da saúde, a fim de atender as metas da integralidade e resolutividade da atenção em saúde.
  • Fortalecer as relações entre profissionais, alunos de graduação e pós-graduação de forma a socializar o conhecimento e ampliar a teoria e prática, possibilitando a práxis na profissão.