UTI - Unidade de Terapia Intensiva

 

História

A Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Universitário iniciou suas atividades com a internação do primeiro paciente em 01/03/1983, sem inauguração formal. Sete leitos atendiam a demanda de pacientes graves, sendo dois isolamentos.

A equipe de enfermagem contava com 01 enfermeiro, 03 técnicos ou auxiliares, 01 atendente. As atendentes tinham como função auxiliar os técnicos e auxiliares no cuidado de higiene e conforto, verificação de sinais, retirada de excreta e cuidado dos materiais. O noturno era constituída de 01 enfermeiro, 02 técnicos e 01 atendente. Depois veio o terceiro técnico. Não havia pessoal para realização de limpeza de box e desinfecção. Todo serviço era realizado pelo pessoal de enfermagem. Havia também 01 escriturário em regime de 08 horas, sem reposição em folga ou férias. Desde a inauguração, sempre foi mantido um enfermeiro para atendimento exclusivo na UTI. A metodologia utilizada era o sistema weed, prontuário orientado para o paciente, sistema que perdura ainda hoje. A metodologia passava por auditorias regulares no cumprimento da prescrição e evoluções. Os auditores verificavam se os cuidados prescritos eram ou não realizados, e se eram s apenas checados, e se o enfermeiro realmente liderava.

Os monitores utilizados na época eram os Funbeek, e todos os leitos tinham os seus monitores. Os respiradores utilizados ou eram ciclados a volume ou ciclados a pressão, não tinham microprocessadores, e alguns com reduzidos números de alarmes, fazendo com que a atenção por parte da enfermagem tivesse que ser redobrada.

Os boxes eram separados por paredes (lâminas de compensados com 1,80 metros de altura). Os pacientes não viam outros internados, mas quando acordados, acompanhavam o movimento dos funcionários, já que a sua frente não tinham nenhuma restrição visual. A sua individualidade e a sua privacidade eram realizadas somente com biombos.

Em fevereiro de 2008 a UTI mudou de espaço físico, mantendo-se ainda no quarto andar, porém com boxes individuais por paciente, maior espaço para acomodar materiais e equipamentos próximos aos leitos, e maior privacidade para os pacientes internados. O espaço fisico conta com uma área central onde está instalado o posto de enfermagem. Conta com dois boxes para isolamento, rouparia, expurgo (mais uma sala para despejo de dejetos), sala de equipamentos, sala para armazenamento de soro, sala de limpeza. A área administrativa prevê sala para chefias médica, de enfermagem e de fisioterapia, biblioteca, descansos médico, de enfermagem e dos residentes, sala para visitantes, sala para reuniões e sala para aulas. Ainda tem um espaço físico destinado à Comissão Intra Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos (CIHDOTT).

Atualmente dez leitos estão ativos e há a previsão de ampliar o número de leitos (espaço físico prevê vinte leitos). Para esse atendimento, 54 profissionais de enfermagem, entre técnicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem. Um escriturário e dois bolsistas trabalham na UTI. São duas fisioterapeutas que atuam na UTI. Atualmente 21 médicos fazem o atendimento aos pacientes graves. A residência multiprofissional em Alta Complexidade tem a UTI como um de seus campos de estágio para enfermeiros, farmacêuticos, dentistas e nutricionistas. Ainda é campo de estágio para a residência médica de Terapia Intensiva, Clínica Médica e Clínica Cirúrgica. A UTI recebe alunos das diversas áreas da saude, tanto de cursos técnicos, quanto de graduação e pós-graduação.

A UTI do HU evoluiu através do conhecimento científico e das inovações tecnológicas que foram se incorporando à prática. Sua história, porém, é fruto das pessoas que aqui trabalharam em todos esses anos e, principalmente, das pessoas que por aqui passaram como pacientes, buscando o atendimento de excelência em momento de fragilidade de suas existências.


Taise Costa Ribeiro Klein (Chefia de Enfermagem da UTI – 2008 - 2012)
Luiz Antônio Canever (Enfermeiro assistencial desde o início das atividades da UTI)
Setembro de 2010

Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago - Universidade Federal de Santa Catarina
Rua: Professora Maria Flora Pausewang, s/nº - Trindade - Florianópolis - SC - Caixa Postal: 5199
CEP: 88040-900 - CNPJ: 83899526/0004-25 - Fone/FAX: +55 (48) 3721-9100/3721-8354